ana_cristina_haja_manha.jpg
celeste_martins_cais_da_gilao.jpg
ruben-silva-acordar-na-gilao.jpg
fernando_jose_coliseu_da_musica.jpg
jorge_sampaio_do_lado_de_ca.jpg
sergio_goncalves_ontem_hoje_do_fado.jpg
lilia_martins_clube_magico.jpg

Sei que analisaram novamente alimentos para verificarem se continham resíduos de antibióticos. Quais as conclusões desse estudo?

Versão para impressão PDF

DECO - Delegação Regional do AlgarveCONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO

"Soube que fizeram sair uma notícia sobre a ventilação em casa para prevenir a humidade nas paredes, quais as dicas que foram mencionadas?”

A DECO INFORMA… 

Em Janeiro de 2014, adquirimos 20 amostras de carne de porco e outras tantas de peru, 18 amostras de mel, 10 de peixe panga e 10 de salmão e enviámo-las para laboratório. Objectivo: verificar se continham resíduos de anti-infecciosos (por exemplo, antibióticos) e antiparasitários.

Seleccionámos os alimentos em que têm sido detectados mais problemas, tanto nos nossos testes como no Sistema de Alerta Rápido Europeu, e pesquisámos os medicamentos encontrados com maior frequência.

Em Março de 2014, recolhemos amostras de água da rede pública em 20 localidades.

Em laboratório, pesquisámos resíduos de 21 categorias de fármacos, entre os quais antibióticos e hormonas, num total de 94 substâncias. Estas não fazem parte do rol de pesquisa obrigatória, mas constam na directiva europeia que estabelece a política de acção comunitária com vista à protecção e gestão da água.

Desta vez, as notícias são boas, só detectámos vestígios de um antibiótico (doxiciclina), ainda que dentro dos limites legais, em três amostras de carne de peru. O teor detectado não representa riscos para a saúde e indica que os produtores respeitaram as normas de segurança no uso do medicamento.

A água da rede pública de abastecimento também não apresenta nenhuma das 94 substâncias pesquisadas.

Globalmente, estes foram dos melhores resultados que obtivemos em 17 anos de estudos na área.

Para a melhoria contribuíram certamente diversas alterações, desde a produção até à comercialização. Actualmente, estão em curso dois programas de controlo, coordenados pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária: um visa a redução do uso de antibióticos em animais, e o outro, a vigilância de resistências aos antibióticos em bactérias isoladas de animais destinados ao consumo.

Pela saúde do consumidor, esperamos que assim permaneça.

DECO-Delegação Regional do Algarve

Emissão em Directo (player 1)

Emissão em Directo (player 2)

Facebook Rádio Gilão

Contacte-nos

Largo de Santa Ana nº 1 - Tavira

 

8800-701 TAVIRA

 

Tel: +351 281 320 240

 

Fax: +351 281 325 523

 

Email: radiogilao@net.vodafone.pt

Siga-nos

facebook twitter instagram
youtube linkedin

Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apaga-los, consulte nossa Politica de cookies.

Aceitar cookies deste site.