ana_cristina_haja_manha.jpg
celeste_martins_cais_da_gilao.jpg
ruben-silva-acordar-na-gilao.jpg
fernando_jose_coliseu_da_musica.jpg
jorge_sampaio_do_lado_de_ca.jpg
sergio_goncalves_ontem_hoje_do_fado.jpg
lilia_martins_clube_magico.jpg

Quero comprar um carro, o que compensa mais: crédito automóvel, leasing ou ALD?

Versão para impressão PDF

DECO - Delegação Regional do AlgarveCONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO

"Quero comprar um carro, o que compensa mais: crédito automóvel, leasing ou ALD?”

A DECO INFORMA…

Casa, carro e computador: eis talvez a trilogia das grandes aspirações materiais dos portugueses, mas todas a exigir, em boa parte dos casos, recurso ao crédito.

Entre julho de 2014 e julho de 2015, o financiamento de veículos novos através de crédito automóvel aumentou quase 50% em número de contratos e montante envolvido. No caso do ALD e do leasing, o crescimento foi na ordem dos 15%.

O crédito automóvel é sobretudo comercializado por bancos. Mas algumas instituições financeiras associadas a fabricantes também o disponibilizam. Nesta modalidade, todas as instituições exigem a reserva de propriedade em seu nome. No entanto, isso não significa que o carro pertença à entidade que empresta: a propriedade é sempre do consumidor. No crédito automóvel, é também normal assinar uma livrança em branco, como garantia de pagamento.

No leasing e no ALD, o automóvel é comprado pela instituição financeira e alugado ao consumidor mediante o pagamento de uma mensalidade. Como contrapartida da perda da propriedade, pode beneficiar de taxas de juro mais baixas. Estas opções têm ainda a vantagem, face ao crédito, de isentarem do imposto de selo sobre a abertura do processo e sobre os juros do empréstimo.

As diferenças entre estas opções são mínimas. A principal reside na obrigação de, no ALD, o consumidor comprar o veículo no final do contrato, pagando o valor residual. No leasing, não existe essa exigência.

Tal como no crédito automóvel, a assinatura de uma livrança em branco é uma garantia frequente no leasing e no ALD.

Em suma, a questão fundamental é a de saber se o consumidor faz questão de ser o proprietário do veículo, ou não. Contudo, qualquer que seja a forma de financiamento escolhida, não há volta a dar: o imposto único de circulação e a inspeção periódica do automóvel ficam sempre a cargo do consumidor.

DECO-Delegação Regional do Algarve

Emissão em Directo (player 1)

Emissão em Directo (player 2)

Facebook Rádio Gilão

Contacte-nos

Largo de Santa Ana nº 1 - Tavira

 

8800-701 TAVIRA

 

Tel: +351 281 320 240

 

Fax: +351 281 325 523

 

Email: radiogilao@net.vodafone.pt

Siga-nos

facebook twitter instagram
youtube linkedin

Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apaga-los, consulte nossa Politica de cookies.

Aceitar cookies deste site.