ana_cristina_haja_manha.jpg
celeste_martins_cais_da_gilao.jpg
ruben-silva-acordar-na-gilao.jpg
fernando_jose_coliseu_da_musica.jpg
jorge_sampaio_do_lado_de_ca.jpg
sergio_goncalves_ontem_hoje_do_fado.jpg
lilia_martins_clube_magico.jpg

Os Certificados de Aforro e os Certificados do Tesouro continuam a ser uma boa opção de poupança? E os depósitos a prazo?

Versão para impressão PDF

DECO - Delegação Regional do AlgarveCONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO

"Os Certificados de Aforro e os Certificados do Tesouro continuam a ser uma boa opção de poupança? E os depósitos a prazo, são boas opções?”

A DECO INFORMA…

Por esta altura já se terá habituado à ideia de que rendimentos anuais de 3%, de 4% ou até mesmo de 5% em produtos de poupança com capital garantido e baixo risco fazem parte do passado.

Em 2014, os Certificados de Aforro chegaram a gerar rendimentos muito atractivos, mas em fevereiro tudo mudou. A mais recente série de Certificados de Aforro (a série D), tem uma nova fórmula de cálculo da remuneração. Em termos líquidos, o rendimento não vai agora além dos 0,8%, muito abaixo da remuneração de 2,2% oferecida pela série anterior, cuja comercialização terminou em janeiro.

Também os Certificados do Tesouro Poupa Mais, que até ao início deste ano constituíam uma opção apelativa para muitos aforradores avessos ao risco, perderam grande parte do seu interesse. Se o produto fosse mantido durante cinco anos, o rendimento líquido podia chegar aos 3%, mas em fevereiro, a remuneração para novas subscrições caiu para 1,6%. E, tal como os Certificados de Aforro, também aqui se perdeu o fôlego de um produto que garantia remunerações acima das geradas por outros produtos de poupança de médio e longo prazo.

Para além destas opções, também os depósitos a prazo passam a entrar na lista de opções de poupança de baixo risco. Analisando a oferta dos vários bancos, encontra produtos de duração muito variada. Atualmente, nos prazos muito longos, as taxas são pouco interessantes: um depósito a cinco anos rende 1,2%. Em todo o caso, há depósitos que lhe rendem tanto ou mais que os Certificados do Tesouro Poupança Mais.

Se não se conforma com estas taxas, considere fazer um investimento a longo prazo, por exemplo, compondo uma carteira de fundos, em que poderá obter remunerações mais elevadas, embora sujeitas a riscos, pelo que é necessária ponderação na tomada de decisão.

DECO-Delegação Regional do Algarve

Emissão em Directo (player 1)

Emissão em Directo (player 2)

Facebook Rádio Gilão

Contacte-nos

Largo de Santa Ana nº 1 - Tavira

 

8800-701 TAVIRA

 

Tel: +351 281 320 240

 

Fax: +351 281 325 523

 

Email: radiogilao@net.vodafone.pt

Siga-nos

facebook twitter instagram
youtube linkedin

Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apaga-los, consulte nossa Politica de cookies.

Aceitar cookies deste site.